10 fake news sobre o novo coronavírus

10 fake news sobre o novo coronavírus

Em meio à crise do novo coronavírus, a Covid 19, é comum bater um certo desespero. Buscando sentir mais poder sobre a situação, algumas pessoas podem acabar se agarrando a notícias falsas. Cumprindo com a responsabilidade de ajudar a informar a população, além de informar boas práticas para combater o novo vírus, nós queremos informar sobre medidas que NÃO FUNCIONAM para combate-lo. Ou seja, informamos 10 fake news sobre o novo coronavírus. 

1. Beber chá, ou água morna mata o coronavírus: todo mundo sabe que tomar chá doente pode trazer um certo alívio. Mas é só um alívio a alguns sintomas. A ideia de que o chá ou água morna matariam o vírus absorvido no ar não possui nenhuma comprovação científica. Na verdade o sistema respiratório e o digestivo são bastante independentes: sempre que você engole você bloqueia a ligação entre um e outro. Portanto, não há razão para acreditar que engolir algum líquido iria matar organismos presentes nas suas vias aéreas.

2. Se você consegue prender a respiração por 10 segundos você não tem o coronavírus: vários médicos e infectologistas já esclareceram: não existe nenhuma evidência de que alguém infectado não seria capaz de prender a respiração. Principalmente quando considerado que algo como 80% dos infectados não apresentem sintomas graves, e que após infectado, demora até 14 dias para os sintomas aparecerem. Por isso não caia na armadilha. Busque ficar em casa em isolamento (mesmo que você consiga ficar sem respirar por alguns segundos).

3. O verão vai matar o coronavírus: apesar de algumas infecções (como a gripe) diminuírem a sua força em temperaturas mais quentes, não há ainda indício algum de que este seja o caso do novo coronavírus. Não dá para achar que o calor vai resolver a pandemia. No Rio de Janeiro, inclusive, cidade em que tem feito bastante calor, o número de casos do novo coronavírus continuam a aumentar. O isolamento é necessário, mesmo em regiões quentes.

4. O ar de plástico bolha produzido na China contém coronavírus. Simplesmente não há evidência alguma de que este seria o caso. Para começar não há nem casos de infecção registrados por este motivo, nem recomendações de autoridades oficiais que partilhem da recomendação. Por fim, a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu nota esclarecendo que é seguro receber encomendas da China, e que análises do órgão indicam que o coronavírus não sobrevivem aos longos percursos de viagem de navio entre os países.

5. Já encontraram vacina para o coronavírus: infelizmente, ainda não encontraram. Tanto Cuba, quanto Israel, quanto a China, quanto vários outros países possuem pesquisas tanto para a produção de vacinas, quanto para a produção de remédios para o coronavírus. Entretanto, é improvável que vacinas sejam disponibilizadas antes de passado um ano, e é incerto o tempo que irá demorar até que tratamentos estejam prontos para uso humano.

6. Estrume e urina de vaca matam o coronavírus: não. Simplesmente não é verdade. Não adianta nem passar, nem comer e nem beber. Se você caiu nessa pare já de comer estrume! Não só não mata novo coronavírus, como também pode colocar em risco de contrair uma infecção, devido a bactérias presentes nos dejetos.

7. Beber álcool protege contra o coronavírus: não tem nada de errado em no meio da quarentena tomar uma pra afogar as mágoas (desde, é claro que de forma responsável e moderada). Mas não dá pra achar que o álcool da cachaça vai matar o novo coronavírus. Para matar o vírus é necessário, ou lavar bem as mãos, por pelo menos 20 segundos, ou contato direto entre o vírus e álcool na proporção de 70%. Em concentrações menores (como no caso da cachaça) não há eficácia. Por esta mesma razão não é uma boa ideia usar o álcool 42º para higienizar as mãos.

8. Cocaína mata o coronavírus: essa acho que nem tem o que falar. Não, não é verdade que cocaína (ou qualquer droga) mate o novo coronavírus.

9. Vinagre pode ser usado como desinfetante: não funciona assim. A concentração de ácido no vinagre não é alta o suficiente para matar o novo coronavírus. É apenas o suficiente para causar irritação em suas mãos. Azeite e mostarda também não funcionam. Mas se você juntar tudo consegue um excelente molho de salada! Guarde o vinagre para a salada!

10. Vitamina C é eficaz no combate ao coronavírus: a vitamina C é uma das coisas que deve estar presente em uma dieta balanceada. Mais que isso, pode, junto com outros nutrientes, ajudar a manter um sistema imunológico forte, e capaz de combater diversas infecções. Entretanto, não há nada específico da vitamina C no combate ao novo coronavírus, nem indício de que ela mate vírus de qualquer espécie. Além disso, a vitamina C pode ser obtida em uma série de alimentos, sem ser necessário comprar comprimidos.

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para além de combater a Covid, vamos combater o neoliberalismo

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho