Doria é um Mau Gestor!

Entenda porque na realidade Doria só governa para os ricos!

Em 2 de Outubro de 2016, João Doria é eleito prefeito de São Paulo. Seu principal slogan: “eu não sou um político, eu sou um gestor”. O então prefeito se referia ao seu passado na iniciativa privada. Não é um passado muito glorioso: foi organizador de eventos  para os mega ricos, e editor de revistas para a classe A (seu maior sucesso na área, a revista “Caviar”). Ou seja, foi gestor de negócios que serviam aos mais abastados. Já para o povo, Doria é um mau gestor!

De certa forma ele cumpriu seu slogan. Continuou sendo um gestor comprometido com o mesmo público. Isto é, serviu aos mais ricos. Desde cedo propôs a venda de serviços e propriedades públicas para o setor privado. Logo em seu segundo dia, anunciou que criaria a Secretaria Municipal de Desestatização, objetivando vender serviços públicos para empresários e “amigos” abastados. Foram anunciados parques, estádios, o sistema de bilhetagem do transporte públicos, e até cemitérios e crematórios. Tudo a preço de banana.

A grande maioria dos serviços anunciados, se privatizados, seriam piorados. Parques e praças, por exemplo, para dar lucro à iniciativa privada precisariam começar a cobrar taxas de entrada, como chegou a ser debatido para o parque Ibirapuera; A verdadeira razão para empresas desejarem comprar o sistema de bilhetagem seria conseguir dados pessoais dos passageiros de ônibus, quebrando assim a privacidade dos paulistanos; a privatização dos cemitérios e crematórios, concluída recentemente na gestão do Bruno Covas, já está produzindo efeitos desastrosos chegando a ser proposto que milhares de mortos sejam queimados juntos!

Doria piorou tudo em São Paulo!

Os erros de Doria não se resumem à área das privatizações desastrosas. Seu governo foi recheado de escândalos. Ele tirou 30 milhões de reais obras contra enchentes, preferindo torrar esse dinheiro com “empresas de consultoria”; cortou em 50% as verbas do programa Leve Leite em São Paulo; propôs um remanejamento do ensino público que pioraria ainda mais o Ensino Médio no Estado; fez de tudo para cortar da previdência do Estado em uma reforma que tiraria dos servidores públicos; guerreou contra artistas e grafiteiros… 

Daria para encher um livro com absurdos na gestão Doria. Mas no atual contexto os absurdos dele na pandemia merecem destaque. O Governador, no Estado mais rico do país, se recusou a criar programa de renda emergencial, capaz de suplementar a renda federal e garantir que todos os paulistas pudessem permanecer em casa. Já em agosto desse ano, ou seja, depois da pandemia estourar, tentou acabar com órgãos como a Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), fundamental para controlar infecções como a covid. 

A quarentena que Doria, junto a Bruno Covas, propôs para São Paulo foi meia boca, e feita de forma que não permitia ao pobre permanecer em isolamento. Agora, depois da lição de casa mal feita, João Doria insiste na volta às aulas antecipada. Não é momento para isso! O corona ainda segue solto, ceifando milhares de vidas todos os dias! Para Doria não importa. Prefere arriscar a vida de crianças para “fazer a economia voltar”. Doria é um mau gestor!

A verdade é que João Doria é um péssimo gestor. Não fez em São Paulo nada que servisse direito à população, e tentou, ativamente, passar medidas que piorariam as vidas dos paulistas! Doria só gere bem para alguns: os super ricos. Para o restante, ele impõe a barbárie!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho