Fabricante confirma que monotrilho não suporta demanda

Bombardier reconheceu que a Linha 15-Prata tem erro de projeto

Há mais de 50 dias, o monotrilho que liga Vila Prudente e São Mateus permanece com estações fechadas. Até o momento, a população esteve sem respostas quanto ao seu retorno e sobre qual foi o motivo para as falhas nos sistemas de pneus, que ocasionou na sua paralisação completa. 

Em entrevista a Rádio Bandeirantes no último dia 22, o Secretário de Transporte Metropolitanos, Alexandre Baldy, afirmou que a fabricante Bombardier reconheceu que a Linha 15-Prata do Metrô de São Paulo tem um erro de projeto nos trens quanto à possibilidade de suportar a demanda.

O secretário também informou que a empresa já apresentou um relatório preliminar das causas do estouro de um pneu que provocou a interrupção de toda a linha.

[Leia mais: Por que a linha 15 é um erro?]

O que todos já sabiam…

A demanda estimada para a linha 15 pronta é superior a 405 mil passageiros por dia, o que lhe dará o título de maior monotrilho do mundo. No entanto, com tantas falhas, atrasos e acidentes colecionados pela linha desde sua inauguração, já era questionável a capacidade do monotrilho em comportar a região leste de São Paulo, a mais populosa da cidade.

Foi constatada uma falha de projeto no sistema de rodas dos trens, que não estavam preparados para a demanda crescente de passageiros. Em dezembro de 2019, mais de 130 mil pessoas foram transportadas diariamente.

De acordo com o portal Diário de Transporte, a empresa também encontrou 195 pontos na via que precisaram sofrer intervenções. Houve a troca de peças que compõem o jogo de rodas dos 27 trens da linha, que não suportaram o volume de passageiros. 

Prevendo esses riscos que agora acontecem, em parceria com o Sindicato dos Metroviários, o vereador Toninho Vespoli enviou uma representação ao Ministério Público Estadual e entrou com uma ação popular em março de 2019, que solicitam medida cautelar quanto a segurança do monotrilho. O inquérito está aberto pela Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e a ação está em andamento.

O fim da quarentena obrigatória está previsto para o dia 10 de maio. A linha 15-Prata irá retornar plenamente? Como podemos confiar? 

1 comment on “Fabricante confirma que monotrilho não suporta demanda

  1. Adesivos Anti-Radar para placas de veículos
    (Carros, Motos, Caminhões e Táxi)
    Você que dirige a noite, e sofre com perigos de assaltos ou
    sequestros por ter que parar em sinais de trânsito
    perigosos e andar a 40 ou 50 km por causa de radares!
    Oculte sua placa e não seja assaltado em radares a noite
    por andar devagar ou parar em sinais com radares
    Whatsapp 11 934665377

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para além de combater a Covid, vamos combater o neoliberalismo

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho