Após passar a campanha eleitoral inteira negando a segunda onda da pandemia de Covid-19, o prefeito Bruno Covas, junto ao governador João Doria, agem em nome dos interesses de escolas privadas para retomar as aulas antes que seja seguro. Conforme denunciado pelo Vereador Toninho Vespoli, a gestão de Covas se aproxima de empresários da educação privada, debatendo um retorno às aulas antecipado. Ele faz isso, na verdade, só para permitir que grupos de educação privados continuem lucrando com as vendas de aulas. O prefeito segue os passos da administração bolsonarista na educação: na última sexta, dia 8, o INEP (grupo que realiza as provas do ENEM) voltou a afirmar que, mesmo com a pandemia, as provas para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) devem seguir o calendário normal. A medida beneficia universidades privadas e arrisca vida de jovens alunos. Para a direita é lucro acima da vida.

 

Moderadamente cretino

O Bruno Covas passou a sua campanha de reeleição para prefeito pregando ser um defensor da ciência e da saúde. Um desavisado poderia até confundi-lo com um cara decente (chegou a afirmar que o foco de sua gestão seria “a redução das desigualdades sociais” (sic.)). Mas as luzes eleitorais não persistiram. Se apagaram rapidamente. Embora insistisse que não havia risco de segunda onda da pandemia, o Governador João Doria do PSDB (mesmo partido de Covas) deixou para reavaliar os estragos da covid no dia seguinte às eleições.

Ou seja, os caras sabiam da segunda onda, mas deixaram para falar depois que o Covas fosse eleito. Mesmo essa “preocupação” cretina, que engana o povo, está limitada aos lucros de grupos privados. Apesar de, agora, reconhecer piora da Covid, tanto Covas quanto Doria se aproximam de escolas privadas para antecipar a volta às aulas. Isso para permitir que grupos lucrem enquanto crianças correm risco de vida!

Na verdade é até um pouco irônico: Covas se vendeu em sua campanha como um “moderado” frente aos extremismos de Jair Bolsonaro. Mas “na hora H” ambos arriscam vidas em nome dos lucros dos mais ricos. Este dia 8 o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) afirmou ser “perfeitamente possível” realizar Enem no calendário previsto. O Instituto é responsável por administrar as provas do Exame Nacional do Ensino Médio. O pronunciamento foi provocado por um pedido da Defensoria Pública da União e do Ministério Público Federal (MPF) à Justiça Federal de São Paulo, pelo adiamento do ENEM para o mês de maio.

A “razão do lucro”

Considerando a pandemia, o pedido é mais do que razoável. É curiosa tamanha intransigência do poder público. Talvez a teimosia tenha menos haver com uma “defesa apaixonada” da educação, e mais haver com o fato do ENEM servir para a aprovação de repasses para programas de financiamento público de universidades privadas. Acontece que, no Brasil, grande parte das verbas de universidades privadas vêm de projetos como o FIES e o PROUNI. Ambos possuem o mesmo princípio básico: o Governo Federal dá ou empresta dinheiro para que universidades privadas atendam a população de baixa renda.

Não é o objetivo do presente texto entrar nos prós e contras desse tipo de programa, mas não deixa de ser curioso que a irmã do Ministro da Economia, Paulo Guedes, seja vice-presidente da Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup). Além disso, o próprio Paulo Guedes investe em grupos e empresas de educação particulares. São justamente grupos como os que poderiam perder dinheiro se o ENEM fosse remarcado para maio. Pode ser apenas coincidência, mas, assim como Covas, a gestão Bolsonarista arrisca vidas na educação pública ao flertar com decisões que beneficiariam aqueles quem lucram com a educação privada. é o lucro acima da vida.

As opiniões presentes no texto não necessariamente refletem as opiniões do Vereador Toninho Vespoli

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

1 comment on “Lucro acima da vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para além de combater a Covid, vamos combater o neoliberalismo

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho