"Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos."

Declaração Universal dos Direitos Humanos

"Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos."

Declaração Universal dos Direitos Humanos

A Declaração Universal dos Direitos Humanos é uma das maiores conquistas da humanidade! Infelizmente, muitos países escolhem ignorar a Declaração. Mais grave ainda: alguns líderes parecem se orgulhar em não aderir aos Direitos Humanos. Excluem minorias, pobres e mulheres  da sociedade! Não podemos deixar que as coisas fiquem assim! precisamos lutar pelos Direitos Humanos!

Direitos desrespeitados!

Saiba de algumas das consequências reais do descumprimento da Declaração Universal dos Direitos Humanos:

42%

Dos presos brasileiros estão aguardando julgamento
Artigo XI: "Todo ser humano [...] tem o direito [...] [a um] julgamento"

329

LGBTQIA+ assassinados em 2019
Artigo II: "Todo ser humano tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, sem distinção de [...] sexo"

23.344

pessoas em situação de rua na cidade de São Paulo
Artigo XXV: "Todo ser humano tem direito a [...] alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis"

76%

Da população mais pobre no Brasil é negra
Artigo I: "Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos"

1%

Da população PCD está formalmente empregada
Artigo XXIII: "Todo ser humano tem direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, a condições justas e favoráveis de trabalho e à proteção contra o desemprego"

A situação no mundo é trágica! Se as autoridades continuarem agindo assim jamais conseguiremos tornar real um mundo de paz e prosperidade! Em um país em que o presidente parece ter orgulho em endossar desrespeitos a direitos humanos, é importante que a sociedade civil não se cale! 

O Vereador Toninho Vespoli, por exemplo, é vice presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de São Paulo. Em sua legislatura atuou junto a ativistas e lideranças de rua para propor e aprovar projeto de lei que obriga a administração pública municipal a prestar atendimento à população de rua. 

O projeto foi uma grande conquista, pois até então a administração pública não era obrigada a prover cuidados à população de rua. Mas só foi possível graças à articulação com dezenas de ativistas e lideranças. Todos são importantes na luta pelos Direitos Humanos!

Conheça o Toninho!

Toninho Vespoli percebeu que as coisas não estavam legais para a grande maioria dos seres humanos. Decidiu encarar o desafio de vereador para tentar mudar as coisas. Cria da periferia, na Zona Leste, Toninho soube desde cedo como as coisas são difíceis para aqueles a quem os direitos mais básicos são negados. Pessoas sem acesso a moradia, mulheres vítimas de abusos, e uma polícia truculenta eram parte da realidade de sua vivência. Toninho percebeu que não podia ficar quieto! Hoje luta é vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de São Paulo. Junto a outras lideranças, é uma voz constante na luta pelos direitos de todos os seres humanos! Vejam só o que a refugiada palestina, Indra Rocha, tem a dizer sobre o Toninho:

As leis propostas por toninho

Compartilhe esta luta!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Endereço

Gabinete Viaduto do Jacareí, 100 – 3o andar – sala 305 – Palácio Anchieta – Bela Vista – CEP: 01319-900 | Telefone: 11 3396-4655
Escritório Político Rua Doutor Camilo Haddad, 420 – Parque São Lucas – São Paulo – CEP: 03266-000

Inscreva-se

logo-cor-compacto-horizontal

© TONINHO VESPOLI – VEREADOR – PSOL

Para além de combater a Covid, vamos combater o neoliberalismo

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho