Assim que assumiu o governo, Doria promoveu um ataque a arte de rua da cidade de São Paulo. De forma autoritária, saiu apagando todos os grafites de rua que existiam na cidade. Na época, o professor vereador Toninho Vespoli entrou com uma ação para que Doria e seu secretário de cultura, Andre Sturm, fossem responsabilizados. A condenação de Doria na ação proposta por Toninho é uma vitória para todos os lutadores da cultura e para a população que não quer mais uma cidade cinza e está cansada de ver dinheiro público sendo gasto em ações mirabolantes que não resultarão em nada de efetivo para o município. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça parte da nossa rede

[mc4wp_form id="65"]