MINHAS CAUSAS

Educação

Zona leste

servidores

cultura

Pessoas com deficiência

mobilidade

Causa animal

Meio ambiente

Educação

Zona leste

servidores

cultura

pessoas com deficiência

mobilidade

Causa animal

Meia ambiente

conheça os 5 principais

Projetos de lei

A Lei 17.174 cria a Semana Municipal de Conscientização e Combate ao Genocídio Negro. A data será recordada na semana em que recair o dia 14 de março, pois nesse dia, em 2018, na cidade do Rio de Janeiro, a Vereadora Marielle Franco foi covardemente executada. Por Marielle e por todas as negras e negros, resistiremos!

Buscando atender os novos arranjos de família, a Lei 16.736 obriga shoppings centers e estabelecimentos similares a disponibilizar fraldários não apenas em banheiros femininos, mas também masculinos. Caso o fraldário não possa ser instalado no interior dos banheiros, deverá colocado em ambiente reservado próximo.

Descer do ônibus em um local mais próximo a sua residência pode garantir mais segurança, principalmente para às mulheres (cis e trans), idoso e pessoas com mobilidade reduzida. Por isso, a Lei 16.490 assegura que entre as 22h e 5h as pessoas citadas anteriormente possam descer fora do ponto.

É inegável a contribuição de Paulo Freire para educação brasileira. Em São Paulo a importância desse grande pensador aumenta de tamanho, já que ele foi secretário municipal de educação no governo de Luiza Erundina (1989-1993). A Lei 16.947 que declara Paulo Freire Patrono da Educação Paulistana é uma justa homenagem

Quase sempre pessoas em situação de rua possuem um animalzinho de estimação – cachorro ou gato. A falta de um espaço adequado para acolher esses animais é um dos grandes motivos de recusa ao acolhimento nos CTAs. A Lei 16.520 exige que albergues destinem espaços apropriados para cães e gatos, aumentando assim a efetividade da política municipal de assistência social. 

MINHAS LUTAS

Não à cidade cinza

Assim que assumiu o governo, Doria promoveu um ataque a arte de rua da cidade de São Paulo. De forma autoritária, saiu apagando todos os

Leia mais

PROGRAMAS

POR UM POLÍTICA DE VILA E PELA VIDA

A política do jeito que está não dá conta de melhorar nossas vidas. Enquanto governantes incompetentes fazem monopólios com empresas de transporte, privatizam a educação e fecham postos de saúde, nós assistimos o naufrágio da nossa cidade em meio ao caos dos serviços públicos. A culpa pode ser deles, mas a solução está em nossas mãos. Se não fizermos nada, o poder do dinheiro vai corromper a força transformadora do poder popular. Precisamos nos organizar, a começar pelo nosso bairro e com nossos vizinhos, de baixo para cima. A hora de reagir é agora.
Precisamos de lâmpadas funcionando que iluminem nossas escolas; de asfalto em nossas ruas que tapem nossos buracos; de UBSs eficientes que contratem mais médicos. Por que as coisas não funcionam como deveriam? Onde está o dinheiro da cidade mais rica do país? Façamos a mudança que desejamos a partir da porta de casa. Parece difícil, mas a mudança será feita aos poucos. Um outro caminho é possível se a gente se levantar e se juntar nos bairros, nas ruas, nas COHABS, nas favelas e nos becos de nossas vilas.
Vamos fazer algo novo nascer das cinzas dos muros sem cor de nossa cidade. Um bairro de cada vez, e de bairro em bairro faremos a revolução pela cidade toda. Com ousadia e inovação política popular. Com a criatividade de nosso povo vamos conquistar as mentes e os corações de professores, servidores e de toda da Zona Leste. É preciso cruzar a fronteira do que já realizamos e deu certo e reinventar nosso modo de organização com o povo, praticando a democracia potente da escuta popular. O objetivo final é melhorar nossas vidas. E a mudança maior só vira pela política e por meio dela. O espaços de poder e decisão são ocupados, então que seja pela gente. Ser um político popular é uma vocação, nunca uma profissão. Uma luta diária para lidar com problemas complexos e legislar para outros e não para si próprio. Uma busca por soluções eficazes que garantam uma cidade e um futuro mais justo e menos desigual para todos. E é por isso que estamos aqui. Por nós. Por um mundo mais humano e uma política feita a partir da vila e pela vida.
Mandato Popular Professor Toninho Vespoli.

Faça parte da nossa rede

[mc4wp_form id="65"]