Saúde preventiva com participação popular

Não há dúvidas que o SUS, fruto da organização popular na 8o Conferência Nacional de Saúde e do processo constituinte, é o melhor modelo de saúde pública no mundo. Mas, a falta de financiamento, as terceirizações sem critério e o desejo de desgovernos de destruí-lo faz com que ele nunca seja executado por inteiro.

É missão primordial de qualquer agente pública zelar pela qualidade do Sistema Único de Saúde. Sem o SUS, as mortes por COVID-19 no Brasil seriam ainda maiores.

Para que os pilares do SUS de uma atenção universal à saúde pública e gratuita sejam efetivadas, reivindicamos que o próximo mandato do vereador Toninho Vespoli esteja ao nosso lado na luta para:

    1. Garantir financiamento para o SUS, de modo especial a Atenção Básica 
    2. Valorizar a gestão direta e programar a reversão de terceirizações e parcerias; 
    3. Transparência nos contratos de gestão das Organizações Sociais, com prestação de contas à comunidade; 
    4. Garantir assistência ao servidor na sua totalidade – cuidar de quem cuida; 
    5. Garantir, ampliar e qualificar os programas existentes ( saúde da mulher, da criança, idoso, mental, etc.) 
    6. Incluir Saúde Escolar na grade curricular; 
    7. Ampliar ações de promoção à saúde; 
    8. Ampliar a Estratégia Saúde da Família e ter 100% de cobertura em regiões de alta vulnerabilidade; 
    9. Ampliar consultório de rua, na atenção à população em situação de rua; 
    10. Apresentar PL para celebrar o dia da endometriose ou dia da consciência de endometriose, dando publicidade e visibilidade para pensar políticas públicas específicas; 
    11. Ampliar programa de fertilização; 
    12. Ampliação das URSI (Unidade de Referência da Saúde do Idoso), “creches para idoso”; 
    13. Construção de UBS no Jardim Primavera/Colorado; 
    14. Construção de UPA na Vila Prudente; 
    15. Garantir psicólogo nas equipes de Saúde da família; 
    16. Capacitação continuada para equipes de saúde para atendimento e acompanhamento de crianças e adolescentes transgêneros; 
    17. Valorização do controle social, fortalecendo os conselhos gestores locais; 
    18. Implementação do prontuário eletrônico; 
    19. Discutir e implementar as políticas públicas na atenção à Saúde Mental; e 
    20. Dinamizar a intersetorialidade como mecanismo de gestão entre a saúde, as políticas socioassistenciais, educação e esporte/lazer e outras,possibilitando uma integração do serviço público. 

Se garantidas essas sugestões populares, teremos um SUS que valorize seus quatro pilares: promoção, prevenção, atenção e reabilitação. Viva o SUS! Viva o Mandato Popular!


A partir do processo de escuta realizado pelo Professor Toninho Vespoli, elaboramos propostas para um cidade que valorize o funcionalismo público municipal e também os serviços públicos da cidade. A seguir estão os pontos propositivos reunidos em nossa carta manifesto que busca orientar o futuro mandato popular em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho