bolsonaro

Bolsonaro Não Privatizará o SUS

Bolsonaro Não Privatizará o SUS

Bolsonaro quer vender o SUS! É este o plano diabólico do presidente para a saúde no Brasil! Não bastasse estarmos numa crise pandêmica, temos que também lidar com um boçal desses! O Bozo assinou um decreto que permitiria a venda de UBSs para a rede privada. A proposta é, obviamente, inconstitucional e o PSOL no Congresso já entrou na justiça contra a medida. Mas a considerar a nossa política e “justiça” fascistóide, a única maneira de garantirmos o SUS será através de muita luta e mobilização popular! Bolsonaro Não Privatizará o SUS! Nós não deixaremos!

O Decreto assinado por Bolsonaro usa eufemismos bonitos para uma ideia bem simples e nociva: privatização. A ideia é elaborar estudos “de parcerias com a iniciativa privada para a construção, a modernização e a operação de unidades básicas de saúde”. A medida, assinada apenas pelo presidente e pelo ministro da economia Paulo Guedes, passaram por cima da opinião de todos os médicos e especialistas de sua própria administração!

“Não aceitaremos a arbitrariedade do presidente da República”, reagiu o presidente da CNS (Conselho Nacional de Saúde), Fernando Pigatto. O Conselho é referência na luta por um SUS público e de qualidade. Fernando ainda informou que o Conselho vai tomar as medidas cabíveis para lutar contra tamanho absurdo!

Raposa cuidando do galinheiro

Paulo Guedes, o ministro da economia que empurrou a proposta, é um aventureiro amigo de banqueiros e seguradoras, como o Bradesco. Grupos desse tipo são os que mais tendem a lucrar em caso de privatização. É a raposa cuidando do galinheiro! Imagina como seria se toda a saúde fosse privatizada? Absolutamente tudo passaria a ser cobrado nos hospitais. E ainda sem uma concorrente pública e gratuita, as seguradoras não teriam vergonha em enfiar a faca até o fundo!

Mais que isso, a medida é flagrantemente inconstitucional! A Constituição diz muito claramente que o SUS é público e gratuito! A Constituição, ainda, veda que grupos privados lucrem ao administrar serviços públicos, e presa pela universalização do acesso à saúde. Privatizar seria o caos! Só seria interessante para a iniciativa privada atender gente em regiões ricas e em que circulasse bastante gente!

O PSOL, Partido Socialismo e Liberdade, é contra medidas privatizantes e irresponsáveis. O partido, em âmbito federal, já entrou com um PDL (Projeto de Decreto Legislativo) que revoga o decreto privatizante de Bolsonaro! Bolsonaro Não Privatizará o SUS! Mas temos que ficar muito atentos para o que mais vem pela frente! Com esse presidente são sempre possíveis mudanças de última hora em projetos legislativos, capazes de ferrar ainda mais o Brasil. Por isso é fundamental que cada um lendo isso fiscalize o Governo e fique esperto!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Russomano é fantoche de Bolsonaro!

Russomano é fantoche de Bolsonaro!

Entenda porque Russomano e Bolsonaro são duas faces da mesma moeda!

Em São Paulo o povo já tá sabendo que Bolsonaro não presta. A última pesquisa mostra que 73% da população paulistana não está do lado do genocida. O cara é tudo que não presta: machista, homofóbico, racista… Nem mesmo o auxílio de 600 reais ele queria. A princípio quis um auxílio de 200 reais! Foi a a oposição no Congresso, com destaque para o PSOL, que aumentou para 600. Mas o que muita gente ainda não sabe, é que o candidato a prefeito Celso Russomano, é fantoche de Bolsonaro!, o seu padrinho político! Russomano votou contra o auxílio emergencial; humilha gente pobre e preta, e disse, que morador de rua não pega covid por falta de banho! Tem tudo haver com Bolsonaro, mas não tem nada haver com São Paulo! Boulos 50, e o vereador Toninho 50650, não vão deixar que esse cara destrua nossa cidade!

Falar um pouco mais do óbvio: Bolsonaro não presta! O último absurdo foi ele ter negado a vacina contra a covid, por ela ter sido feita na China. Quando este texto for no ar, provavelmente, ele já vai ter feito alguma outra besteira. O Bolsonaro é um líder tão chulo e despreparado que daria para preencher uma Bíblia com os absurdos de seu governo (tipo a bíblia do anticristo). Mas o cara tá patinando na popularidade. Ele tá na corda bamba, e ele sabe disso. Para se blindar ele quer usar essas eleições municipais para aparelhar cidades no Brasil inteiro com gente tão escrota quanto ele. É bem aquela coisa da campanha permanente dele. Não liga para o que acontece com o povo paulistano. Só liga se, em 2022, ele vai ter o prefeito de São Paulo do lado dele para as eleições para presidente!

O defensor dos empresários

E por isso que ele escolheu Russomano para ser seu afilhado em São Paulo. O cara é quase tão ruim quanto Bozo. Votou com o Bolsonaro em 92% das votações no Congresso; ajudou a passar as reformas da Previdência e a Reforma Trabalhista; votou contra o auxílio emergencial, e agora vem se vender como defensor dos fracos e comprimidos. A verdade é que Russomano é fantoche de Bolsonaro! E por isso vai seguir feito um cachorrinho tudo o que seu dono mandar.

Russomano ficou famoso por programa dele, supostamente em defesa dos consumidores. O cara faz um show na frente das câmeras. Chegou a gritar com caixa de supermercado para que ela vendesse papel higiênico um rolo de cada vez! Isso por ser, na visão louca dele, “direito do consumidor”. Só que na hora de falar com os donos das redes ele fala fino, vai tomar cafezinho. Trata mal a caixa de supermercado, mas trata bem os donos da empresa! A verdade é que o cara odeia pobres! É isso que ele mostrou recentemente quando insinuou que moradores de rua não pegariam covid por não tomarem banho! Por trás de uma frase absurda assim, está, na verdade, um desejo secreto de que os mais pobres morram de covid. Nós não iremos deixar alguém assim tomar conta de São Paulo!

Tem outro jeito!

O cara lembra um Crivella paulistano. Tem uma fala mansa que não fala nada com nada. Embroma os discursos, mas na prática não tem proposta! Não vamos deixar São Pauylo virar Rio de Janeiro! São Paulo não precisa desse lacaio do Bolsonaro. Precisa, sim, de lideranças capazes de ouvir o povo, que vivem com o povo, e que sejam parte do povo! Pessoas que morem onde o povo está, capazes de se articular junto àqueles que fazem a cidade acontecer: servidores públicos, professores, profissionais da saúde! Precisa de gente como o Toninho Vespoli, 50650! Gente de luta, que enfrentou o Sampaprev, e luta contra as terceirizações!

Junto com Guilherme Boulos 50 prefeito, Toninho 50650 vai continuar a ser a voz do povo! Vai continuar na luta por uma cidade com menos aventureiros e genocidas, e mais amor e afeto com a periferia!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Bolsonaro é Contra Cura da Covid!

Bolsonaro é Contra Cura da Covid!

Entenda como Bolsonaro atrasar a cura da covid 19!

A vacina para o coronavírus pode estar próxima. E isso é uma ótima notícia! A vacina desenvolvida pela China está mostrando resultados promissores na fase de testes! Mas Bolsonaro é contra cura da covid! A estupidez do presidente pode dificultar as coisas! Bolsonaro se recusa a tornar a vacinação contra a covid obrigatória. A aversão do presidente à ciência pode, ainda, custar muitas vidas!

Não é a primeira vez que Bolsonaro menospreza a vacina. Já em agosto, quando os primeiros protótipos da vacina estavam sendo anunciados, Bolsonaro começou com a retórica contra a vacinação. Pode parecer até besteira, mas para parte do eleitorado Bolsonarista, uma afirmação como a “de que ninguém é obrigado a se vacinar” é capaz de ser entendida como conselho contra a vacina. E Bolsonaro sabe disso. Bolsonaro é contra cura da covid! Suas intenções são “cloroquinizar” a vacina, transformar, mais uma vez, questões puramente médicas em questões políticas, dando continuada à sua Guerra Híbrida de notícias falsas!

A retórica assassina de Bolsonaro tem surtido efeito: Pesquisa de 5 de setembro do IBOPE mostra que 25% da população brasileira resiste a tomar a vacina para a covid! Este fato é particularmente preocupante pois uma pessoa que não está vacinada pode transmitir a doenças para outras. Quem toma a vacina, então, está também protegendo as pessoas ao seu redor. Mas se um número muito grande de pessoas não tomarem a vacina, a doença pode continuar existindo em uma população, entre os não vacinados, por períodos indefinidos!

Além disso, é um problema pensar nas crianças, que, geralmente, não podem escolher se tomam ou não tomam a vacina. Esta decisão fica a critério dos pais. Mas quando têm-se pais fanáticos bolsonaristas, é possível que essa “escolha” ponha em risco a vida de crianças inocentes!

A única coisa decente a se fazer em uma situação dessas é tornar a vacina obrigatória! Evidente que deveria-se tomar os devidos cuidados de comunicação e educação à população sobre a importância de se tomar a vacina. Até mesmo para que não sejam repetidos desastres como na Revolta da Vacina. Mas é importante termos a seriedade de garantir que TODOS tomem a vacina, de uma forma ou de outra!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

A Direita Burra Privatiza Tudo

A Direita Burra Privatiza Tudo

Entenda porque só Toninho 50650 e Guilherme Boulos 50 podem garantir serviços públicos de qualidade!

Voltaram a debater sobre o leilão dos Correios! A ideia é péssima. Uma empresa privada tem interesses muito diferentes de uma empresa pública. O privado quer dar lucro, sempre, acima de tudo! o público possuí um interesse social: de entregar os serviços à população mais carente, que não pode pagar, da qual não daria para tirar lucros. Infelizmente, a direita prefere, antes, garantir os interesses de grupos privados! E não apenas o Bolsonaro, mas toda a direita! Hoje, também, foi votado o PL 529/2020 do governador João Doria, que extingue uma série de equipamentos públicos, inclusive a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo). Na cidade São Paulo, por fim, tanto o Bruno Covas quanto o Russomano são abertamente a favor de privatizações. A direita burra privatiza tudo. Apenas Boulos e Toninho Vespoli 5060 são capazes de frear este tipo de absurdo!

Absurdo privatizarem os Correios!

Os Correios são uma das empresas mais confiadas no Brasil. Considerando o pouco dinheiro que recebem fazem um serviço incrível! E a preço, inclusive se comparado com outros países, bastante baixos! Nenhuma empresa no Brasil consegue fazer o que os Correios fazem. O próprio Mercado Livre, que faz comercial dizendo que entrega em todo o Brasil, omite que usa, na verdade, os serviços dos correios no seu programa de entregas! Privatizar resultaria em preços maiores e em cobertura menor. A razão é muito simples: dessa forma daria mais lucro para os empresários. Acontece que empresa pública não é que nem empresa privada. O objetivo não é o lucro, e sim o atendimento a toda a população, independentemente de renda!

É lógico que para o ranço privatizante da direita a questão não são bons serviços, e sim dar mais lucro aos grandes empresários. Em todas as esferas de poder a direita tenta, feito criança teimosa, privatizar tudo o que pode. Hoje mesmo, por exemplo, a ALESP aprovou o PL 529/2020 que extingue 6 equipamentos públicos, entre eles a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU). O projeto foi, ainda, aprovado de madrugada, na calada da noite, justamente para que não houvesse debate e transparência com o povo. Naturalmente, o projeto não explica o que viria a substituir as empresas extinguidas. Apenas as extingue por que sim, e ponto final. Sem debate, sem transparência e sem razão! A direita burra privatiza tudo!

O ranço privatista da direita!

Pouco importa pensar se os serviços extintos vão ou não ser entregues ao povo. Estas questões são levadas a segundo plano, como se fosse um detalhe, a ser analisado e decido junto com o executivo, de cima para baixo. Certamente a solução adotada, seja qual for, tornará uns poucos empresários amigos muito ricos. Afinal, João Doria está lá a serviço da elite, e não a serviço do povo!

Bruno Covas não é diferente. Desde que assumiu a prefeitura tenta desviar dinheiro público para grupos privados. Faz assim na educação, na saúde, nos projetos culturais. E o povo nunca é consultado! Fez, ainda, de tudo para privatizar o complexo do Anhembi, além de tentar jogar as aposentadorias para os bancos privados, com a reforma da Previdência. Ou seja, tentou de tudo para vender São Paulo. 

Russomano é outro que quer privatizar tudo. Não liga para os pobres, para quem não teria dinheiro para comprar do privado! Ao invés já caminha encima do muro falando de privatizações e parcerias público privadas. É sempre assim que começa! A direita burra privatiza tudo. Não podemos esquecer que o Russomano é favorito do Bolsonaro, o cara que fez tudo, desde o começo da gestão, para privatizar o Brasil.

Boulos e Toninho são diferentes!

Toninho Vespoli 50650 sempre soube de como a direita quer privatizar tudo a torto e direito. Por isso o seu mandato de vereador atua com força para barrar esses absurdos. Foi a principal liderança na Câmara Municipal contra o SAMPAPREV, reforma da previdência que obrigaria os servidores públicos a procurar aposentadoria privada. Fiscaliza escolas terceirizadas e OSs, por saber que nesses grupos é comum ocorrer corrupção e desvios. Mas apenas no legislativo ele só consegue ir até um certo ponto.

Por isso que é importante que Boulos seja o nosso próximo prefeito. Boulos vai melhorar e expandir os serviços públicos, sempre em conjunto com a população. Expandirá os debates com o povo pobre de periferia, para que a gestão seja realmente democrática e popular. Toninho Vespoli 50650, Vereador de periferia, é a pessoa certa pra liderar esses esforços na Câmara Municipal. Boulos e Toninho, essa dupla vai colocar a periferia no centro!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Corrupção de Bolsonaro no Twitter. Centrão agradece

Corrupção de Bolsonaro no Twitter. Centrão agradece

Entenda porque Bolsonaro é e sempre foi um político do centrão!

Subiu nos trendings do Twitter a #DerreteBolsonaro! O uso da hashtag é uma denúncia do teto de aprovação do Jair Bolsonaro. Não importa o que ele faça, a maior parte da população percebeu que ele não presta! Mais que isso, é uma denúncia às alianças do Bozo com o centrão. Admirem a ironia: o candidato que se elegeu com a promessa de fazer a “nova política”, agora está se aliando ao pior que há na velha política! Esse tipo de aliança se dá, inclusive, nas eleições municipais! Aqui em São Paulo, Bolsonaro está apoiando o deputado do centrão, Celso Russomano, para prefeito de São Paulo. O protegido do Bolsonaro é investigado por esquema de pirâmide e de corrupção. Tá dando pra ver a tal da “nova política”! No fim o que se percebe é a Corrupção de Bolsonaro no Twitter. Centrão agradece

Mas para quem pesquisou sobre Bolsonaro, fica claro que não houve mudança de qualquer tipo. Bolsonaro, na realidade, por mais de 30 anos ocupou os partidos do centrão. Ele sempre transitou com os fisiologistas do baixo clero da Câmara dos deputados. Ele sempre foi do centrão! Ainda assim, muitas pessoas se iludiram com a promessa de “uma nova política”.

O auge do fisiologismo!

Mas um novo auge do fisiologismo se deu nesse dia 3, quando Bolsonaro foi flagrado em um abraço “carinhoso” com o seu favorito para ocupar o cargo vago no Supremo Tribunal Federal, o desembargador Kássio Nunes. Kássio é o favorito do centrão. É mais político que juíz. Mais que isso, por terrível “coincidência”, foi aproximado de Bolsonaro pelo advogado de sua família, o Frederick Wassef. Só para refrescar a memória, Wassef foi o advogado que escondeu o laranja do Queiroz, ex-assessor de Carlos Bolsonaro (filho do Jair). Ou seja, Kássio é próximo ao advogado que ajudava a abafar o caso das rachadinhas!

Vale aqui um ponto de cuidado: não é só porque o Kássio é uma escolha ruim, que não poderiam haver outras piores. Bolsonaro, por exemplo, prometeu que o ministro indicado seria alguém “terrivelmente evangélico” e disposto a proferir decisões homofóbicas e machistas. Mas ainda assim, surpreende Bolsonaro preferir uma opção do centrão.

Já faz tempo que o rabo é preso

Esse não é um caso isolado. Como já coberto em outra matéria, desde que percebeu que sua popularidade começava a ruir, Bolsonaro começou a costurar alianças com o esgoto da política. E mais recentemente trocou a liderança do governo na Câmara por um político do PP, partido notoriamente do centrão.

Agora, nas eleições municipais, Bolsonaro continua o namorico com o centrão. Foi logo apoiar Celso Russomano, político do partido do centrão Republicanos. Para coroar a aliança, vale lembrar que Russomano foi acusado de envolvimento em casos de corrupção e de esquema de pirâmide. Ou seja, apesar de se vender com paladino da luta contra corrupção, o Bolsonaro se mostra aquilo que ele sempre foi: um político clássico do pior dos tipos! Percebe-se, como marcado pela #Bolsonaroderrete: Corrupção de Bolsonaro no Twitter. Centrão agradece

Toninho na luta contra o centrão

Aqui em São Paulo, a situação com o centrão, não é diferente! Durante a votação do Sampaprev, Toninho Vespoli denunciou que o centrão na Câmara Municipal estava negociando seus votos a custa de cargos na administração pública. A coisa é tão bizarra que basta olhar o Diário Oficial antes e depois da votação de projetos importantes e observar as exonerações e nomeações, respectivamente, para ter uma ideia do tamanho do fisiologismo.

Toninho Vespoli, na Câmara Municipal, sempre percebeu como o centrão é poderoso e perigoso. É um dos políticos mais íntegros da casa. Desde que foi eleito em 2012, luta por posições claras e objetivas, comprometidas com a escuta popular! Ele entende que para vencer o centrão, o fascismo e Bolsonaro, o único jeito é deixando os poderes nas mãos do povo!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Desemprego recorde no Brasil

Entenda como a direita não está provendo ao povo!

Tá difícil conseguir um trampo? Você não está sozinho! Há desemprego recorde no Brasil de 13,8% no último trimestre, segundo IBGE! O número é o maior desde o começo da série histórica em 2012, e equivale a 13,1 milhões de brasileiros. Mas isso não é tudo. Se considerados, também, os brasileiros que desistiram de procurar emprego e os brasileiros com subemprego, o número fica em 30,1% de subutilização (equivalente 32,9 milhões de pessoas!)

Algum aumento no desemprego seria de se esperar em função da pandemia. Mas a a gestão de Bolsonaro tem sido genocida! Travou o máximo que pode a entrega de auxílio emergencial à população desempregada, além de, até hoje, não contemplar todos os que precisam. Cidades ricas, como São Paulo, também erraram feio! Apesar de termos cerca de 18 bilhões de reais em caixa, Bruno Covas e políticos de direita se recusaram a expandir os auxílios federais para atender mais pessoas com valores mais altos. Toninho Vespoli, por exemplo, chegou a protocolar uma porção de Projetos de Lei que garantiriam 1 salário mínimo (1.045 reais) à todos que precisam.

Erro estrutural

Além disso, houve também, por parte da direita, um erro estrutural: países em crises econômicas, como a que nos encontramos, responderam no passado, com bastante sucesso, às dificuldades da população criando empregos públicos para beneficiar a população mais pobre e reduzir o desemprego durante os tempos difíceis.

Isso para nem tocar na já antiga proposta de se criar uma renda básica de cidadania para toda a população. Apesar de velha, a proposta garantiria a cada cidadão um mínimo existencial, e mesmo mais liberdade para conseguir empregos melhores, podendo não aceitar ofertas exploradoras de trabalho, e esperar oportunidades mais ligadas às suas aspirações. Também seriam medidas de distribuição de renda em que os ricos seriam taxados para garantir aos mais pobres!

Um momento como o que vivemos deveria ser oportunidade para estudarmos propostas assim. Ao invés disso, o máximo que Bolsonaro faz é tirar de programas que atendem aos pobres para financiar um programa de renda insustentável ao longo prazo.

Em todos os níveis, a direita está ferrando a população brasileira, sem garantir nem renda nem emprego à população! é isso que mostra o desemprego recorde no Brasil!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Corrupção em doação de 7,5 milhões para igrejas evangélicas

Corrupção em doação de 7,5 milhões para igrejas evangélicas

Entenda sobre o novo escândalo de corrupção de Bolsonaro

Bolsonaro está envolvido em caso de corrupção em doação de 7,5 milhões para igrejas evangélicas. A princípio, o objetivo do dinheiro era comprar 100 mil testes de coronavírus. No entanto, a gestão Bolsonaro desviou esse dinheiro para o programa Pátria Voluntária, tocado pela Michelle Bolsonaro. Esse programa é, por si só, questionável do começo ao fim: A ideia seria destinar doações de empresas a causas sociais. A cereja do bolo é pensar que 9 milhões do dinheiro PÚBLICO foram injetados em publicidades do programa. Ou seja, não só dinheiro que deveria ser usado em testes de covid está financiando grupos questionáveis, como essas “doações” resultaram em gasto público imenso com propagandas! O Bolsonaro, depois do esquema de pirâmide de seu afilhado político em São Paulo, Celso Russomano, mostra como a direita é corrupta! Mas muito disso vai ser desmascarado hoje no debate para a prefeito em São Paulo, às 22:30 na Band.

Absurdo atrás de absurdo!

As doações da Marfrig foram feitas, segundo a própria casa civil, com o objetivo de comprar 100 mil testes de covid. Mas Bolsonaro mudou o destino de última hora. Ao invés disso passou o dinheiro para o programa tocado pela primeira dama, Michelle Bolsonaro, o Pátria Voluntária. O programa é uma piada, e é difícil de saber o que acontece com o dinheiro lá. Dos 10,5 milhões que a iniciativa recebeu, até o momento, usaram apenas 4,3 milhões, a grande maioria para ONGs evangélicas sem licitações. Ou seja, nem a metade.

Isso tudo ocorre em um momento em que o país passa por crise sanitária e econômica! Os absurdos do programa não acabam aí: o Governo Federal, já gastou 9 milhões em propagandas do programa. Ou seja, Bolsonaro gasta 9 mi de dinheiro público, para repassar 4,3 mi da iniciativa privada para grupos evangélicos! Sendo ainda que o dinheiro do programa é fruto de corrupção em doação de 7,5 milhões para igrejas evangélicas.

Ilegalidades que não acabam!

A segunda maior beneficiária desse programa corrupto é, ainda, uma ONG evangélica comandada pela Ministra do Bolsonaro, Damares Alves! A ONG dela, a AMTB, recebeu 240 mil reais do Governo. Isso em um grupo missionário, já bastante questionável: em seu site eles afirmam que um de seus objetivos seria trazer a palavra do evangélio. Ou seja, é uma ONG catequizadora, usando dinheiro público para ações religiosas. Clara violação ao princípio do Estado Laico!

o desvio de 4,5 milhões está errado de tantas formas… É de cara crime de responsabilidade fiscal e desvio de finalidade de recursos. Além disso, vai contra o princípio constitucional do Estado Laico, e a norma constitucional que proíbe uso de dinheiro público sem licitação. É também, por óbvio, um mau uso do dinheiro público. Não faz sentido algum gastar tanto dinheiro com publicidade em um programa que dá tão pouco retorno! Os 9 milhões que o Bolsonaro gastou com essa publicidade seriam o suficiente para comprar 120 mil testes de coronavírus! Isso significaria previsões mais precisas sobre como a pandemia está se espalhando, e sobre quais são as melhores ações para o governo tomar!

É irônico pensar como candidatos que se dizem “contra a corrupção” se revelam os mais corruptos. Esse parece ser também o caso do candidato a prefeito de Jair Bolsonaro em São Paulo, Celso Russomano. Ele é suspeito de ter desviado em esquema de pirâmide 4,5 milhões de reais! A direita inteira está podre, e Bolsonaro sabe disso. Sempre foi corrupto, e agora apoia corruptos! A única alternativa popular a todos esses absurdos é fazermos uma Revolução Solidária, começando por São Paulo! Hoje, às 22:30 da noite na Band, o candidato do PSOL a prefeito Guilherme Boulos, vai mostrar o que é necessário para vencer a direita, a corrupção e o bolsonarismo!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Até Joe Biden critica Bolsonaro

Até Joe Biden critica Bolsonaro

Entenda como a direita está destruindo o meio ambiente!

Um juiz carioca teve o bom senso necessário para suspender decisão de Ricardo Salles que acabaria com proteção de manguezais. É uma vitória, mesmo que pequena. Mas não deixa de ser impressionante e ultrajante pensar que uma medida como a de Salles fosse proposta para começo de conversa. E ainda pelo Ministro do Meio Ambiente, que deveria zelar pela natureza. A medida barrada acabaria com uma série de normas de proteção ambiental no manguezal, justamente no momento em que o mangue pega fogo! A gestão do meio ambiente tem sido tão absurda que até Joe Biden critica Bolsonaro! O candidato favorito para a presidência dos EUA, criticou gestão ambiental do Governo. Essa triste tendência a desrespeito ambiental tem se verificado em todas as agremiações de direita. O próprio Bruno Covas fez nada ou quase nada pela natureza em São Paulo.

A medida que Salles queria enfiar goela abaixo do Brasil extinguia dois dispositivos de proteção ambiental do Ministério do Meio Ambiente. As medidas tinham o papel fundamental de delimitar Áreas de Proteção Permanente (APPs) no manguezal. Especialistas em gestão ambiental dizem que estas são as únicas normas que dão proteção efetiva para os manguezais brasileiros. Ricardo Salles queria mesmo, como admitido em conversas vazadas, passar a boiada em normas de proteção ambiental brasileiras! Felizmente, advogados conseguiram barrar a decisão entrando na justiça.

O que acontece com os mangues é bem parecido com o que aconteceu na Amazônia em ___ deste ano: incêndios criminosos, ao que tudo indica iniciados por latifundiários ruralistas, ameaçam, dessa vez, o manguezal, um dos biomas mais ameaçados do Brasil, berço de vida e fundamental para o equilíbrio ambiental! Houve até quem previu que fumaça tóxica chegaria em São Paulo como resultado dos incêndios! Felizmente, isso não correu.

Biden critica gestão ambiental de Bolsonaro

A tentativa da gestão bolsonorista de destruir a natureza brasileira está dando o que falar até no exterior. Até Joe Biden critica Bolsonaro. Recentemente Biden ofereceu participar de esforço internacional para garantir verba de 20 bilhões de dólares pela preservação da Amazônia. Esse tipo de resposta é inédita, e fruto do descaso total de Bolsonaro com a situação ambiental do país. Ter esse valor oferecido deveria ser encarado como um atestado de incompetência. O próprio Brasil deveria ser capaz, por conta própria, de garantir uma proteção eficiente à nossa Mãe Natureza!

Ao invés de aproveitar a situação para fazer um mea culpa da catástrofe ambiental em seu governo, Bolsonaro preferiu, mais uma vez, insistir em teorias da conspiração. Para ele, a proposta de verba, não tem nada haver com a preocupação de destruição iminente da vida na Terra como consequência possível do aquecimento global. Para ele estaria certo destruir a Amazônia para criar soja e gado, e errado se preocupar com as consequências a longo prazo. E qualquer um que pense de forma diferente tem que estar interessado apenas em deslegitimar seu governo. Não à toa, várias denúncias já foram feitas na própria ONU acusando Bolsonaro de “ecocído”, crime contra a humanidade em que danos ambientais arriscam matar grandes números de pessoa.

Ninguém está elogiando os EUA

Não cabe aqui, também, querer achar que os EUA são bonzinhos nessa história. O país, logo na frente da China, é o maior poluidor do mundo, e tem feito muito pouco para reduzir suas queimas de combustíveis fósseis. Além disso, justamente por ser o país mais rico do mundo, é o que está em posição mais confortável para fazer as reformas necessárias. Um mínimo de malícia é, também, necessário: existem riquezas nos biomas brasileiros de valor comercial inestimável!

Até hoje, o Brasil preferiu destruir tudo para criar gado e soja (vendendo, diga-se de passagem, principalmente para os EUA e para a China). É plausível pensar que outros países possam se interessar nessas riquezas desperdiçadas. Mas a única razão para o Brasil estar nessa posição, para começo de conversa, é justamente devido à gestão ecocida de Bolsonaro. Não haveria porque o exterior oferecer essa ajuda se a gente fizesse nosso trabalho direito! De certa forma, a devastação de Bolsonaro está dando a Amazônia em uma bandeja de prata para outros países, oferecendo a narrativa perfeita de luta pela preservação ambiental! Criando situação em que até Joe Biden critica Bolsonaro. Permitindo que mesmo o futuro líder de um país com um péssimo histórico ambiental como os EUA, sejam críticos à gestão ambiental do Brasil!

Em São Paulo, o padrão se repete

Além dos desastres federais aqui em São Paulo, a preocupação com questões ambientais também é quase nula! Por exemplo, a gestão dele está querendo acabar com os muros verdes na cidade. Os muros verdes, na verdade, não seriam, por princípio, a melhor forma de compensar as emissões de gases do efeito estufa em São Paulo. Os corredores eram para ser medida de compensação ambiental de empresa construtora, que havia destruído 800 árvores na cidade. O corredor verde foi a medida “estilo Vila Madalena” que o, então refeito João Doria, aprovou para compensar essa destruição. Diversos especialistas na época falaram que o melhor seria, simplesmente, obrigar essa empresa a plantar árvores, pois os corredores verdes não são eficientes no sequestro de gás carbônico.

Apesar de não ser a melhor medida, pelo menos seria alguma coisa. Só que não. A construtora simplesmente se recusou a implementar e prover a manutenção dos corredores verdes. O abacaxi caiu no colo da prefeitura. Ao invés de obrigar a empresa cumprir com o compromisso, a gestão Covas assumiu os gastos… Até o dia em que nem isso ela quis mais fazer. Agora o tucanato quer extinguir completamente os corredores, em descaso total com o meio ambiente em São Paulo.

E as matas ciliares também são destruídas!

Não foi o único caso de descaso de Bruno Covas. O prefeito também desde que entrou se recusa a se preocupar com as matas ciliares de São Paulo; matas nas beiradas de rios, fundamentais para garantir o equilíbrio hídrico na cidade. Essas matas tem sido destruídas há bastante tempo, mas Covas não faz nada! Mesmo com vereadores na casa denunciando a destruição! Gilberto Natalini, por exemplo, é um vereador que denuncia a questão há anos! O Professor Vereador Toninho Vespoli é um dos poucos que fez coro a essas reclamações. Até agora, a devastação continua!

Seja na esfera federal, seja na esfera municipal, a direita está destruindo o meio ambiente! Não podemos deixar que continue assim! É preciso agirmos com força por uma revolução solidária capaz de colocar a natureza acima dos lucros!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Polícia Federal ataca Boulos!

Polícia Federal ataca Boulos!

Bolsonaro morre de medo de ter Guilherme Boulos no segundo turno para prefeitura de São Paulo! Tem medo por que sabe que Boulos pode vencer do seu candidato preferido à prefeitura, Celso Russomano. Por isso moveu os pauzinhos na Polícia Federal para criar um processo contra Boulos. A razão do processo é uma postagem no twitter de Boulos crítica ao presidente. A verdade é que Bolsonaro e a Polícia Federal estão querendo nos intimidar! Bolsonaro loteou a PF e a transformou em uma Gestapo brasileira a serviço do presidente! Parece que não existem limites para o autoritarismo do palhaço da Alvorada! Com Bozo por trás, a Polícia Federal ataca Boulos!

Mas a gente vai dar a volta por cima! Junto ao Mandato Popular do Vereador Professor Toninho Vespoli 50650, participaremos um twitaço hoje, dia 28/09 às 19h, contra a censura e pela candidatura do Boulos 50 para prefeito! Veja no final como participar do Twitaço!

O Professor Vereador Toninho Vespoli não ficou calado: denunciou a Gestapo brasileira em suas redes sociais!

Boulos criticou o presidente no twitter. Apenas apontou como o autoritarismo do Bolsonaro lembra muito o do antigo rei da França Luís XV. O rei gringo, assim como o Bolsonaro, se achava maior e mais importante do que o seu país ou do que os interesses do povo. A população ficou com raiva e não deu outra: o rei acabou guilhotinado! Foi essa a mera constatação histórica de Boulos no Twitter. Mas para o orgulho frágil de uma PF e de um presidente que não ligam para a história, isso foi o suficiente para intimidar o candidato a prefeito com um inquérito!

Precisa desenhar?

Nem precisa desenhar, né? A verdade é que o Bolsonaro é quem está puxando as cordinhas de tudo! Aparelhou a Polícia Federal transformando ela numa Gestapo brasileira No fim, ao ser autoritário desse jeito, passando por cima de instituições democráticas, o Bolsonaro se assemelha ainda mais ao Rei guilhotinado da França. Uma hora o povo acorda. Uma hora o povo reage. É isso que eles se recusam a entender!

Além do orgulho frágil, está por trás disso tudo uma intimidação contra Guilherme Boulos 50, candidato a prefeito de São Paulo pelo PSOL. Acontece que como mostram as últimas pesquisas em São Paulo, Boulos é quem tem mais chance de tirar São Paulo das garras da direita. Bolsonaro morre de medo disso. Tem tanto medo que até apoiou a galinha voadora, Celso Russomano, para o cargo de prefeito. O Bozo, assim como toda a São Paulo, sabe que Russomano não vence. Mas o objetivo real do Bozo é garantir a vitória do direitista Bruno Covas no segundo turno! Ele prefere qualquer um ao invés de uma candidatura progressista e popular como a do Guilherme Boulos! Por isso mesmo está disposto até mesmo a mandar a Gestapo brasileira em cima do Guilherme Boulos. Ou seja, por isso que a polícia federal ataca Boulos!

Toninho é Boulos, e Boulos é Toninho

O que o Bolsonaro tem tanto medo é de ver o povo participando ativamente da política. O presidente absolutista até consegue domínio na internet com sua máquina de ódio e exército de bots. Mas na hora de conversar, olho no olho, sobre quais ideias o povo quer sendo levadas a frente, o Bozo sabe que não tem a menor chance. Por isso fica tentando tirar a atenção dos problemas reais e fica em campanha permanente buscando polêmica atrás de polêmica. Ele teme tanto pessoas como Guilherme Boulos 50 e Toninho Vespoli 50650 por que essas são pessoas que se propõe a irem ter conversa cara a cara com o povo para planejar a política de São Paulo. Ao invés de uma Gestapo colocada pra cima da oposição, Boulos prefere escutar o povo!

Continuando com o legado de Luiza Erundina, a melhor prefeita da história de São Paulo, os dois candidatos querem uma política de construção de moradia com mutirões, uma política de valorização da economia local, uma política de orçamento da cidade feita em reuniões em conjunto com a população. Enfim, propõe uma política do povo, com o povo e pelo o povo! E na verdade, é disso que o Bolsonaro tem medo: do povo na política!

Participe do twitaço

Você também pode lutar contra a censura e ajudar a mudar a política pra valer! Hoje, dia 28/09, às 19 horas da noite, Guilherme Boulos, junto a Toninho Vespoli e outras lideranças populares, estarão organizando um Twitaço contra a censura Bolsonarista! Para participar é bem simples: é só HOJE, às 19 horas, fazer uma publicação no Twitter com as #NãoIrãoNosCalar, #EstamosJuntosComBoulos e #ToComToninho! Parece muito complicado? Então é só voltar aqui nessa página e clicar no botão “tweet” logo abaixo às 19 horas!

Não aceitaremos censura! O absolutista do Bozo e a Gestapo Brasileira não irão nos calar! Estamos Juntos com Guilherme Boulos 50 e Toninho Vespoli 50650 contra a censura e pelo povo! #NãoIrãoNosCalar #EstamosJuntosComBoulos #ToComTonino

As mentiras de Bolsonaro na ONU!

As mentiras de Bolsonaro na ONU!

Entenda porque Bolsonaro é MENTIROSO e ecocida

Hoje, dia 22 de setembro, começou mais uma Assembleia Geral da ONU. Como é tradição no evento, o presidente do Brasil fez o discurso de abertura. O que em outras presidências se mostrou um grande trunfo para o Brasil poder influenciar o mundo com suas perspectivas sobre diversos problemas, este ano foi, infelizmente, um desastre anunciado! 

O discurso de Bolsonaro fez, mais uma vez, o Brasil virar motivo de chacota. Além das já habituais manias de perseguição contra as “instituições internacionais […] que se unem a associações brasileiras, aproveitadoras e impatrióticas, com o objetivo de prejudicar o governo e o próprio Brasil” (sic.), Bolsonaro não economizou mentiras e falácias em seu discurso de abertura. Confira aqui as mentiras de Bolsonaro na ONU!

“Por decisão judicial, todas as medidas de isolamento e restrições de liberdade foram delegadas a cada um dos 27 governadores das unidades da Federação. Ao Presidente, coube o envio de recursos e meios a todo o País.”

 

MENTIRA! Bolsonaro já começa o discurso mentindo sobre a pandemia de Covid! Este Blog possui textos de sobra falando sobre os absurdos do governo Bolsonaro em lidar com a pandemia. Mas aqui vale comentar sobre a decisão da justiça contrária ao ego de Bolsonaro. Na verdade o que o STF decidiu (a contragosto do Bozo) é que os governadores teriam autonomia para declarar lockdown e regras de isolamento. A decisão se deu em um momento em que Bolsonaro tentava vetar decisão de governadores que criavam normas de isolamento social em alguns estados. Mas em momento algum foi dito pelo Supremo que estaria tudo nas mãos dos governadores. Pelo contrário: afirmou que o dever de combater a pandemia deveria ser compartilhado e coordenado entre todas as esferas de poder e gestão brasileiras!

“Somos líderes em conservação de florestas tropicais.”

MENTIRA! Na verdade, segundo estudo feito em 2019 pela Universidade de Maryland o Brasil foi o país que mais perdeu área de florestas! foram 1,3 milhão de hectares de floresta perdidos! O equivalente a 1,8 milhões de campos de futebol! Afirmar que o Brasil é líder de conservação ambiental é uma tremenda cara de pau! Principalmente vindo da boca do Bolsonaro. O presidente retirou verbas do IBAMA e do ICMBio, principais órgãos de fiscalização de desmatamento na Amazônia! Mais que isso, loteou esses órgãos com militares, rompeu acordos e parcerias com lideranças indígenas para o combate a desmatamento e flexibilizou as normas de licenciamento ambiental!

“Nossa floresta é úmida e não permite a propagação do fogo em seu interior. Os incêndios acontecem praticamente, nos mesmos lugares.”

MENTIRA! De fato, a Floresta Amazônica é super úmida. Mas isso não significa que ela não esteja sendo destruída. Os principais destruidores da Floresta Amazônica são ruralistas querendo expandir suas áreas de plantio. Para tacar fogo na floresta o que eles fazem é primeiro arrancar as árvores (com motosserras, tratores etc), depois deixar as árvores secarem ao sol, para enfim tacar fogo em tudo! Ou seja são crimes premeditados, que faz com que o caminho de destruição invada cada vez mais a Floresta Amazônica!

“O caboclo e o índio queimam seus roçados [as florestas] em busca de sua sobrevivência.” (sic.)

ABSURDO! Não têm limites as mentiras de Bolsonaro na ONU! Não é a primeira vez que Bolsonaro tenta responsabilizar os povos nativos pelos incêndios na Amazônia! Esse tipo de mentira ultrapassa os limites da razão. Não apenas os povos nativos não desmatam os biomas brasileiros, como são seus principais protetores! Cerca de 30% das florestas brasileiras são protegidas por povos nativos! A proteção que eles oferecem é barata para a federação, e garante que ruralistas e desmatadores avancem seus rastros de destruição! Ao invés de tentar jogar a culpa neles, uma gestão minimamente decente iria trabalhar junto aos indígenas para proteger cada vez mais áreas de florestas. Mas Bolsonaro já deu o tom de sua gestão poucos meses depois de assumir. Disse em agosto de 2019 que “Enquanto eu for presidente, não tem demarcação de terra indígena”. Tremenda ignorância de um presidente inimigo da conservação ambiental!

“Os focos criminosos são combatidos com rigor e determinação. Mantenho minha política de tolerância zero com o crime ambiental.”

MENTIRA! Desde que foi eleito, Bolsonaro diminuiu o número de autuações ambientais em 34% (menor número em 24 anos)! Ex-funcionários do Ministério do Meio Ambiente, demitidos pelo ministro Ricardo Salles, afirmam que o tom nos órgãos de fiscalização ambiental é de medo constante. Os funcionários são impedidos de fazer os seus trabalhos com medo de serem demitidos! E como se o descaso de Bolsonaro com o meio ambiente não fosse óbvio o bastante, em vídeo vazado de reunião ministerial, o Ricardo Salles admitiu em um show de horrores querer aproveitar a pandemia de Covid-19 para “ir passando a boiada” na Floresta Amazônica! Só dá para falar de “rigor e determinação” do Governo Bolsonaro nos esforços para destruir a Amazônia!

“Juntamente com o Congresso Nacional, buscamos a regularização fundiária, visando identificar os autores desses crimes.”

MENTIRA! Bolsonaro provavelmente se refere a uma medida provisória de sua autoria que regularizou a situação fundiária de latifúndios. Mas o efeito da Medida foi exatamente o oposto ao comentado por Bolsonaro: a medida aumentou o tamanho de propriedades que poderiam ser regularizadas sem vistoria prévia por órgãos governamentais. Ou seja, acabou com a necessidade de muitas propriedades comprovarem que estão seguindo as normas ambientais! Se qualquer coisa essa Medida FACILITOU que ruralistas criminosos desmatassem florestas impunimente! Percebe o absurdo que são as mentiras de Bolsonaro na ONU!

“As grandes queimadas [no Pantanal] são consequências inevitáveis da alta temperatura local, somada ao acúmulo de massa orgânica em decomposição.”

MENTIRA! A principal hipótese da origem dos incêndios no Pantanal é que eles tenham sido causados por ruralistas criminosos donos de latifúndios no Pantanal, como explicado pelo pré-candidato a prefeitura de São Paulo pelo PSOL Guilherme Boulos em suas redes sociais. Na verdade o que temos é o maior número de focos de incêndios no Pantanal na história do Brasil, sendo praticados, provavelmente, por ruralistas com um tácito aval do Governo Federal, demonstrado por sua inação e incompetência em cuidar dos biomas brasileiros!

“E, no primeiro semestre de 2020, apesar da pandemia, verificamos um aumento do ingresso de investimentos, em comparação com o mesmo período do ano passado. Isso comprova a confiança do mundo em nosso governo.”

MENTIRA! Além de mentir sobre o meio ambiente, Bolsonaro aproveita para também mentir sobre a economia! Na verdade os investimentos no Brasil DIMINUÍRAM 7,3% se comparados ao mesmo período do ano anterior.

Pois é, como podem ver foram muitas as mentiras de Bolsonaro na ONU! E isso foram apenas algumas das mais gritantes! Bolsonaro mentiu, e mentiu muito! Dele não dá pra cofiar em uma só palavra! Fora Bolsonaro!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho