Desemprego

Desemprego recorde no Brasil

Entenda como a direita não está provendo ao povo!

Tá difícil conseguir um trampo? Você não está sozinho! Há desemprego recorde no Brasil de 13,8% no último trimestre, segundo IBGE! O número é o maior desde o começo da série histórica em 2012, e equivale a 13,1 milhões de brasileiros. Mas isso não é tudo. Se considerados, também, os brasileiros que desistiram de procurar emprego e os brasileiros com subemprego, o número fica em 30,1% de subutilização (equivalente 32,9 milhões de pessoas!)

Algum aumento no desemprego seria de se esperar em função da pandemia. Mas a a gestão de Bolsonaro tem sido genocida! Travou o máximo que pode a entrega de auxílio emergencial à população desempregada, além de, até hoje, não contemplar todos os que precisam. Cidades ricas, como São Paulo, também erraram feio! Apesar de termos cerca de 18 bilhões de reais em caixa, Bruno Covas e políticos de direita se recusaram a expandir os auxílios federais para atender mais pessoas com valores mais altos. Toninho Vespoli, por exemplo, chegou a protocolar uma porção de Projetos de Lei que garantiriam 1 salário mínimo (1.045 reais) à todos que precisam.

Erro estrutural

Além disso, houve também, por parte da direita, um erro estrutural: países em crises econômicas, como a que nos encontramos, responderam no passado, com bastante sucesso, às dificuldades da população criando empregos públicos para beneficiar a população mais pobre e reduzir o desemprego durante os tempos difíceis.

Isso para nem tocar na já antiga proposta de se criar uma renda básica de cidadania para toda a população. Apesar de velha, a proposta garantiria a cada cidadão um mínimo existencial, e mesmo mais liberdade para conseguir empregos melhores, podendo não aceitar ofertas exploradoras de trabalho, e esperar oportunidades mais ligadas às suas aspirações. Também seriam medidas de distribuição de renda em que os ricos seriam taxados para garantir aos mais pobres!

Um momento como o que vivemos deveria ser oportunidade para estudarmos propostas assim. Ao invés disso, o máximo que Bolsonaro faz é tirar de programas que atendem aos pobres para financiar um programa de renda insustentável ao longo prazo.

Em todos os níveis, a direita está ferrando a população brasileira, sem garantir nem renda nem emprego à população! é isso que mostra o desemprego recorde no Brasil!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Não Tem Emprego!

Não Tem Emprego!

Saiba porque o desemprego está tão alto, e como podemos supera-lo!

Brasil está com a menor porcentagem de gente trabalhando em sua história, segundo IBGE! Isso mesmo! Quando Bolsonaro, Doria e Covas disseram que uma das principais prioridades de seus governos seria garantir renda e trabalho, eles estavam mentindo pra você! O que eles queriam mesmo era garantir o deles, e beneficiar amigos banqueiros e mega ricos. Agora, com a pandemia, as coisas que já estavam péssimas vão de mal a pior. E mais uma vez os governos mostram a quem eles realmente servem! Há dinheiro para banqueiros. Mas e para o povo? Não tem emprego!

Estão lembrados do vídeo que vazou da reunião dos ministros do Bolsonaro? Aquela em que o (des)ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, falou que queria aproveitar a pandemia para “passar a boiada” (sic.) na floresta Amazônica. Era uma reunião a portas fechadas em que os ministros e o Bolsonaro se sentiram livres para tirar suas peles de cordeiro. E o ministro da economia de Bolsonaro, Paulo Guedes, não foi exceção. Ele disse que o covil bolsonarista ia “ganhar muito dinheiro salvando grandes empresas”. Sobre as empresas pequenas falou que o dinheiro para salva-las seria “perdido”! 

Paulo Guedes não liga para empregos!

Oras, é malícia, falta de noção ou os dois juntos. Acontece que mais da metade de todos os empregos no Brasil são garantidos por micro e pequenas empresas! Além disso, 90% dos novos empregos criados em 2019 vieram dos micro e pequenos! Para Guedes, colocar dinheiro onde daria trabalho para o povo seria “perder dinheiro”, enquanto dar empréstios pra mega grupos se salvarem na pandemia é “ganhar dinheiro”. De fato, se você for um banqueiro ou trabalhar no mercado financeiro, como era o caso do Guedes antes de virar ministro, os empréstimos do governo te fazem ganhar mais. Já se você for do povo a história muda!

Em São Paulo a coisa não é diferente. Os tucanos João Doria e Bruno Covas até chegaram a prometer linha de crédito para pequenas e micro empresas paulistas. Mas não só o dinheiro não chegou a quem mais precisa como é muito pouco considerando a situação que estamos! A cara de pau fica mais dura quando nos lembramos que a cidade de São Paulo tem pelo menos 12 bilhões de reais em cofre, estocados pelo prefeito Bruno Covas! Oras, o maior programa de linha de crédito anunciado para os pequenos, foi de 150 milhões de reais, pelo governo estadual de João Doria. O dinheiro além de não chegar a todos é apenas 1,5% do que a cidade de São Paulo tem sozinha em caixa! É um descaso sem tamanho com o povo trabalhador! Dinheiro em caixa tem. Agora, não tem emprego pra trabalhador!

Não tem emprego para todo mundo!

Para além da pandemia é importante nos lembrarmos de um problema estrutural, no Brasil e em São Paulo: Não há trabalho para todo mundo! Mesmo ainda em 2019 o desemprego já estava em cerca de 12%! Isso sem nem considerar aqueles que desistiram de encontrar emprego. Se esse número for levado em conta o número ficava perto dos 25%! ¼ da força de trabalho sem ter como trabalhar.

Para resolver isso vai ser necessária uma gestão pública de qualidade, capaz de investir em setores da economia que realmente criam postos de trabalho decentes, além enfim implementar no Brasil o que é apenas uma expansão natural do Bolsa Família: a Renda Básica de Cidadania. Uma espécie de “mesada” que todos os brasileiros possam receber como recompensa por ajudarem a construir esse grande país! Como pagaremos por isso? Bem, não dá pra todo mundo ganhar dinheiro. Peguemos as verbas que Guedes, Doria, Covas e cia. dão para as megas empresas, e façamos a grana chegar no bolso de toda a população! O povo quer trabalho, o povo quer dinheiro, o povo quer comida! O bolo já tá grande demais. Passou da hora de reparti-lo!

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Racismo estrutural

Racismo estrutural

Saiba algumas faces do racismo em nossa sociedade!

Os assassinatos brutais de João Pedro e George Floyd pela polícia foram a gota d’água necessária para o povo e a mídia reconhecerem como as vidas negras são perseguidas em nossa sociedade racista! Mas por mais chocante que tenham sido esses, entre outros tantos milhares de casos de assassinato, o extermínio do povo negro pelo Estado é apenas uma entre tantas faces do racismo estrutural. Em nossa sociedade o negro ganha menos, é mais desrespeitado, tem mais chance de ser demitido, e corre riscos de vida apenas por andar nas ruas.

Com a crise econômica o Brasil está sofrendo como nunca com o desemprego. O primeiro trimestre de 2019 fechou com a taxa de desemprego astronômica de 12,7%! Mas esse número não conta toda a história. Acontece que se você for preto a sua chance de estar sem emprego é 57% maior do que se você for branco! O racismo se mostra no desemprego, mas também nos salários. Enquanto o branco ganhava em 2017 uma média de 2615 reais, o negro ganhava uma média de 1516 reais! Diferença de 72,5%! E quem é negro e consegue um emprego, ainda enfrenta a chance de ser demitido por conta da sua cor. São inúmeros os casos de escândalos em que empresas são expostas por racismo nas demissões. E isso falando só do que chega ao público.

Racismo na administração pública!

Na administração pública a coisa também é chocante! A maioria dos cargos por indicação acabam indo para pessoas brancas! Pra não falar dos concursos públicos e mesmo das eleições. A maioria das pessoas que acabam tendo a caneta na mão são brancas! Isso em um país e em uma cidade em que pelo menos metade da população é preta ou parda (denominação do IBGE).

É lógico que como tudo em nossa sociedade, o racismo também encontra raízes em uma política educacional deficitária: em 2016 a taxa de analfabetismo entre negros e pardos era de cerca de 11%, enquanto entre brancos de apenas 5%! Ou seja, mais do que o dobro de analfabetismo entre o povo negro!

Isso que é o racismo estrutura! Uma perseguição sistemática a quem é negro em todas as áreas da sociedade! A educação é pior, os salários menores, e a chance de ser morto pela polícia maior! Tudo isso tem que ter um basta!

Alguns são parte da mudança!

Alguns tentam ser parte da mudança. O vereador Toninho Vespoli, por exemplo, , foi um dos principais articuladores do PL 187/2017, que garante cotas raciais em cargos da administração pública. Além disso Toninho luta pela memória do povo negro. Junto a coletivos culturais e de luta antirracista busca homenagear nomes importantes para a formação da identidade do povo negro! É o caso, por exemplo, do pl xx/201y que busca nomear a Rua Zumbi dos Palmares!

Esse tipo de ação é importante, mas não tem efeito algum se o povo não se mobilizar por essas pautas! Os protestos antirracistas foram um bom começo. Mas mais mobilizações são necessárias! Junto temos que mostrar que São Paulo está comprometida na superação do racismo estrutural

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho