transmissão

10 coisas que você pode fazer para ficar longe do corona!

10 coisas que você pode fazer para ficar longe do corona!

Entenda o que você pode fazer para se proteger do coronavírus!

A crise de coronavírus não dá sinal de trégua. E já existe, ao menos, um caso da doença aqui no Brasil. A comunidade internacional está se revirando para encontrar tratamentos e curas para o vírus. Mesmo no Brasil, apesar da insistência de Bolsonaro e Weintraub em perseguir pesquisadores e cientistas, médicos da Universidade Federal da Bahia conseguiram fazer avanços relevantes na detecção do vírus. Enquanto pesquisadores batalham para encontrar uma solução para a epidemia, vejam aqui 10 coisas que você pode fazer para ficar longe do corona!
  1. Se informe: É importante, antes de tudo, saber com que tipo de doença estamos lidando. Os sintomas do vírus só aparecem depois de 14 dias já infectado. O que significa que mesmo que sem sintomas, uma pessoa pode estar com o vírus. Quando aparecem os sintomas são febre, tosse, falta de ar, dificuldade para respirar e fluidos nos pulmões. Apesar de ser de fácil transmissão, a doença apresenta uma taxa de mortalidade bem baixa (de cerca de 2%). Mas pode ser fatal para pessoas idosas e que possuam doenças pré-existentes.
  2. lave as mãos (frequentemente!): Assim como no combate contra outras infecções (como a gripe comum), lavar as mãos com sabonete mata e remove o coronavírus, diminuindo as chances de infecções. Importante lavar as mãos sempre que possível, principalmente após passar por locais públicos de alta movimentação (como ônibus ou metrô).
  3. Busque andar com álcool gel: lavar as mãos é sempre melhor. Mas se não for possível, o álcool gel é um bom quebra-galho.
  4. Tente manter distância de pessoas doentes: é questão de bom senso. Se algum colega estiver tossindo ou espirrando, é lógico que ninguém vai querer pegar o que essa pessoa tem. Vale, mesmo que o colega esteja apenas com uma gripe ou resfriado.
  5. Evite apertos de mão, abraços e beijos: não é por puritanismo! Mas apertos de mão, abraços e beijo são formas de transmissão do coronavírus. 
  6. Evite tocar os olhos, nariz e boca: esses são os pontos do corpo nos quais o vírus tem maior possibilidade de entrar. Ao levar as mãos a alguma dessas regiões, a pessoa pode levar, também, o coronavírus
  7. Tome cuidado ao tossir e espirrar: sempre que tossir e espirrar tente usar lenços de papel descartáveis. Se não for possível, use o braço curvado para cobrir a boca. Dessa forma você evita que outras pessoas se contaminem, não apenas com o Corona, mas com outras doenças respiratórias.
  8. Evitar lugares e eventos muito movimentados: bem, o carnaval meio que já foi. Mas vamos tentar tomar um pouco de cuidado.
  9. Tome a vacina contra a gripe: apesar de não combater o coronavírus, ter tomado a vacina contra a gripe torna o diagnóstico do coronavírus mais fácil, pois os sintomas iniciais das duas doenças são parecidos. 
  10. Use máscara somente se doente: a principal função da máscara, na verdade, é diminuir o risco de uma pessoa infectada de transmitir o vírus para outras pessoas. Se você estiver saudável a máscara pode propiciar um ambiente quente e úmido ideal para a incubação de doenças.
Com essas dicas vocês conseguem minimizar as chances de se infectar com o coronavírus. Não é, também, para ser alarmista. A doença parece ter uma taxa de letalidade baixa, e ser fatal apenas para pessoas idosas com o sistema imunológico já debilitado. Entretanto, especialmente se você for ou conviver com pessoas mais idosas ou que estejam doentes, essas são 10 coisas que você pode fazer para ficar longe do corona!
Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira

Gabriel Junqueira é jornalista, ativista e militante do Partido Socialismo e Liberdade. Atualmente estuda Direito e compõe Mandato Popular do Professor Vereador Toninho Vespoli.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Um mandato popular!

Conheça mais sobre o que nos move!
Para além de combater a Covid, vamos combater o neoliberalismo

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho