Arte: Alice Vasconcellos

Por um ensino público, gratuito, laico e de qualidade

Só quem conhece o chão da escola é capaz de compreender os problemas e as oportunidades da Educação Pública.  A Caravana da Educação é um movimento de educadores que atuam na Educação Básica da rede pública de São Paulo que surgiu inicialmente em 2019 com o professor vereador Toninho Vespoli e seus assessores com representação nas diferentes esferas do quadro de profissionais da educação e do quadro de apoio. A atuação é diferenciada do que se propõem os sindicatos. O valor principal é a escuta e ser ponte entre o Executivo com as DREs, órgãos jurídicos e as Secretarias.

Tal movimento mostrou-se como um importante instrumento da atuação parlamentar de um vereador que conhece desde os menores problemas da rede por dentro, mas também como um dispositivo da categoria em ser ouvida por pares e por uma autoridade, a partir de visitas às escolas em qualquer parte da cidade, além de poder partilhar de trocas de vivências e de formação de temas importantes para a comunidade escolar, consonante com a visão de que a Educação deve ser pensada no seu sentido mais amplo e transformador.

Dentro de um contexto de luta partidária, sindical e de mandatos, o momento indica que parte da população e da categoria de educadores está desacreditada das instituições. Há um claro enfraquecimento das entidades representativas como os sindicatos e o próprio parlamento. Em contraponto a isso, apesar da atuação parlamentar do mandato desde 2013 ter se debruçado em discutir questões amplas da Educação, é desde a reforma da previdência municipal que o mandato tem sido fortemente reconhecido como um parceiro, um braço da categoria dentro da Câmara Municipal e com a Caravana, transbordando para toda a rede.

Devido a dimensão alcançada foi chegado o ponto em que a Caravana foi para além do mandato, independente dos componentes, com uma proposta de legado que, a longo prazo, poderá ser referencial para quem virá, com a possibilidade inclusive de ampliação também no âmbito legislativo em outras casas: municipal, estadual e federal.

A luta sindical também não pode ser negada a um movimento que surge dessa soma de força parlamentar e da base da categoria. É um instrumento importante pela valorização dos profissionais e da Educação pública, porém é importante ressaltar que a função formativa é fundamental. A Caravana tem como desafio também fazer cobranças de atuação dos sindicatos e mandatos além de propor desvinculação de lideranças que atuam como porta-vozes de governo privatista.

Com todas as contradições entre as funções de sindicato e de mandato, a Caravana vem para agregar, ocupar espaços, com sintonia entre todos os integrantes, sem desqualificar outros caminhos, com estrutura e de forma organizada, com serenidade e pertencimento, elevar a discussão não sob o aspecto de imediatismo, mas sobre a sociedade almejada a partir do viés da luta de classes e da construção coletiva.

 

O que queremos?

  • Valorização de todos os profissionais de Educação. Só existe serviço público de qualidade com servidor público valorizado e bem remunerado.
  • Escolas públicas sob administração municipal.  É preciso infraestrutura adequada que atenda às necessidades pedagógicas. 
  • Convocação imediata dos aprovados em concurso.  Profissionais concursados possuem estabilidade e direitos trabalhistas garantidos.

No que acreditamos?

“Se a educação sozinha, não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”, afirmou nosso patrono Paulo Freire. E é na escola que aprendemos a viver em comunidade e entendemos qual nosso papel e o da nossa família. Educação é DIREITO DE TODOS e instrumento para um lugar mais justo.

 

Toninho Vespoli

Toninho Vespoli

Professor de matemática da rede pública municipal. Atualmente, ocupa cadeira de vereador em São Paulo pelo PSOL e está em seu terceiro mandato. Esteve na linha de frente contra a aprovação do Sampaprev e luta pela convocação de aprovados em concurso.

Luciana Xavier

Luciana Xavier

Professora de educação infantil na rede municipal de ensino desde 2004. Pedagoga, Feminista Classista , filiada ao Psol.

Vivian Alves

Vivian Alves

É diretora de escola na rede municipal, antes atuou como PEB II ( Estado), PEB I (Guarulhos), PEI e PEIF ( prefeitura de São Paulo). Historiadora, pedagoga e ativista.

Deborah Fasanelli

Deborah Fasanelli

Professora aposentada, 35 anos de carreira na rede pública municipal, atuando como professora de educação infantil, EJA, Sala de leitura, coordenadora pedagógica, Assistente de diretor de escola e diretora de escola . Atualmente, assessora parlamentar.

Alexandre Kombi

Alexandre Kombi

Foi servidor público municipal durante 4 anos, ocupando o cargo como ATE na EMEF João Pinheiro, EMEF Júlio de Grammount, EMEF Otávio Mangabeira e EMEF Frei Francisco de Mont'Alverne. Atualmente é assessor parlamentar na Câmara Municipal de São Paulo.

Renato Rodrigues

Renato Rodrigues

Professor da Rede Municipal e Estadual e integrante do coletivo Conspiração Socialista. Atua com mobilização da rede de professores de escolas públicas e é membro da Caravana da Educação.

Faça parte da #CaravanaDaEducação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para além de combater a Covid, vamos combater o neoliberalismo

Faça parte da nossa rede

Quer ser um embaixador virutual e ajudar a educacão salvar vidas na cidade?
Venha conosco, inscreva-se e ajude a espalhar a campanha do Professor Toninho